Atenção atleta chegou a oportunidade – você está pronto?

Por Marcelo Taveira – Manager // Confederação Brasileira de Futebol Americano.

A oportunidade da sua vida pode chegar a qualquer momento, sem anúncio, sem aviso, sem post no Instagram com 6 meses de antecedência, ela apena vai chegar. E aí? Você vai estar pronto pra ela?

A vida de atleta é muito difícil, não é atoa que MUITOS desistem no meio do caminho, no esporte amador é ainda mais difícil, porque você precisa se matar de trabalhar, estudar, ter uma vida social e ainda encaixar muitos treinos no meio disso tudo, academia, fisioterapia, nutricionista, e com um orçamento bem baixo.

Mas não se iluda, a vida de um atleta profissional não é mais fácil só porque ele vive do esporte e tem toda a estrutura necessária à disposição, ainda é difícil demais.

Agora, se você pensa em chegar em algum lugar com o esporte, você precisa carregar toda essa bagagem, todo esse peso de ser um atleta e trabalhar cada dia mais duro, treinar mais forte, fazer mais do que você era acostumado a fazer (e dia após dia fazer mais que no dia anterior).

Anúncios



Atleta sempre espera por uma oportunidade, a de competir, a de vencer, a oportunidade de ganhar dinheiro com o esporte, de se tornar um atleta profissional em outros países, de vestir a camisa da seleção brasileira, oportunidades.

E se tudo isso que você deseja chegasse HOJE pra você? Estaria pronto para receber essas oportunidades e fazer valer o investimento de quem acreditou em você? Mostraria para essas pessoas que você trabalhou muito duro pra isso e merece aquelas oportunidades que estão chegando? Ou vai se lamentar dizendo: “queria ter ficado sabendo dessa oportunidade meses atrás, assim daria para eu me preparar melhor…”?

Uma vez eu li uma frase que diz o seguinte: “Os treinadores não deveriam ter que te pressionar para você treinar mais. Você é que deveria se pressionar para treinar mais porque quer ser um atleta de elite!”.

Acredito que ela se encaixe muito nesse contexto, já que muitos atletas esperam serem cobrados por tal atividade, pra exercê-la. Esperam que um treinador ou colega de treino cobre sobre determinado exercício, para ele começar a fazê-lo.

Entendo que todo esporte tem a sua especificidade e os treinadores estão aí para isso, mas você pode preparar o seu corpo para a sua modalidade esportiva. A verdade é que você não pode, você deve preparar o seu corpo para entrar em campo.

Quanto melhor fisicamente você está, mais fácil é entender cada exercício no treino, mais dinâmico é entender cada mecânica e fundamento do esporte, você consegue aplicar agressividade na competição porque você está preparado, você está seguro, você conhece e tem controle corporal.

Quanto melhor fisicamente você está, menor o seu risco de lesões. E se houverem lesões, você terá um tempo de recuperação menor de quem é sedentário ou mal treina.

E quanto melhor você está fisicamente, nenhuma oportunidade vai lhe parecer impossível ou extremamente difícil, porque você se preparou, mesmo sem saber quando ela iria chegar, mesmo sem ela ter te avisado que chegaria em alguns meses, você estava pronto.

Certa vez li uma outra frase interessante: “não espere ser contratado para se tornar profissional, se quer ser reconhecido por profissionais, aja como um profissional desde o seu início.”

E aí entramos em outro campo muito interessante, o campo da mentalidade de atleta.

Quantas vezes você conheceu algum atleta ou companheiro de time que tinha um talento nítido, que exercia certa naturalidade no esporte, que parecia que para ele as coisas eram mais fáceis, mas que ele não se dedicava, ficava de madrugada na balada na véspera de um jogo e acabou desistindo do esporte por não querer “perder” essa vida social?

Ser um atleta é mais do que se preparar fisicamente, você precisa decidir ser um atleta e estar feliz com isso. É entender que os sacrifícios que faz na vida pessoal são por um objetivo maior e que está tudo bem, e não ficar se lamentando por isso.

A mentalidade de atleta faz o que foi falado lá em cima, de você querer treinar mais, trabalhar mais duro, sem que ninguém te cobre isso, mas porque você quer evoluir, você quer melhorar, quer ser o melhor no que faz. Faz você ignorar o seu companheiro de time “dando migué” e fazendo menos repetições do que foi mandado e fazer todas as que você precisa fazer. E faz ainda você querer começar a cobrar seus companheiros para evoluírem também, afinal, você também precisa deles.

Em novembro de 2020, uma empresa de agenciamento internacional de atletas veio ao Brasil para realizar testes e tentar descobrir talentos em meio ao futebol americano nacional.

O evento aconteceu em meio à pandemia do Covid-19, em Brasília-DF e o evento foi divulgado apenas um mês antes do seu acontecimento.

Foi a primeira vez que um evento desse porte aconteceu no Brasil, um Combine Internacional aberto para qualquer pessoa.

O que se ouviu no evento foi: “Eles demoraram muito pra divulgar, não tive tempo para me preparar”, “Tá acontecendo uma pandemia, não estava treinando”, “Queria saber desse evento uns 6 meses antes, aí eu estaria voando…”.

Mas também, neste mesmo evento, sob essas mesmas circunstâncias, 20 atletas se destacaram, dentre os 250 participantes. Apenas 8% dos atletas presentes no evento estavam prontos para aquela oportunidade.

20 atletas que contornaram uma pandemia e treinaram em casa, correram na rua com máscara esportiva, que mantiveram o controle da sua alimentação, se hidrataram bem, que se dedicaram mesmo com tantos limitadores e que quando o evento apareceu “de última hora”, o único trabalho que eles tiveram foi descobrir como chegar ao Estádio Mané Garrincha, em Brasília-DF, mesmo saindo de diversas regiões do país.

E quando irá acontecer de novo um evento desse? Ninguém sabe. Você vai esperar postarem no Instagram a data pra começar a treinar?

No fim, se me permitem dar conselhos sobre ser um atleta profissional, eu digo: FIQUEM PRONTOS!
Se você almeja uma carreira profissional, sonha em jogar na NFL, CFL, XFL, NCAA, ou tantas outras ligas, você precisa estar pronto de todas as maneiras possíveis.

Estude inglês – Para qualquer lugar do mundo que você quiser ir, a língua inglesa é universal e alguém irá compreender o que você fala e você irá entender as instruções dos treinadores ou os termos dos contratos com as equipes.

Se prepare bem fisicamente – Procure orientação profissional direcionada para o seu esporte. Treinar muito não é sinônimo de se preparar, treinar certo é.

Se prepare bem tecnicamente – Dominar as técnicas e táticas do esporte são tão importantes quanto estar bem fisicamente. Estude a teoria do esporte, leia tudo o que puder sobre, domine o jogo de forma física e mental.

Cuide do seu bem-estar – A alimentação é de extrema importância nos seus objetivos como atleta, esteja orientado por alguém capacitado para te acompanhar nessa jornada de treinos, trabalhos, etc.


Previna lesões – Muitos acreditam que só devemos ir ao ortopedista ou fisioterapeuta quando se machucam. Errado. Faça tratamento preventivo, previna lesões e aumente seu desempenho.

Cuide da sua imagem nas redes sociais – Mostrando sua rotina, quem você é, o quão duro você treina, você pode conseguir patrocinadores, apoiadores para essas coisas que citamos acima e isso ainda pode influenciar os times a te conhecerem ou pelo menos ouvirem falar de você.

Produza seus Highlights – Fazer um vídeo com seus lances e jogadas não é para massagear o seu ego, é para mostrar para equipes e olheiros o que você faz dentro de campo, seja a liderança, tackles, recepções, bloqueios, touchdowns e etc, mas mostre tudo.


Talvez mesmo fazendo tudo isso, você não consiga chegar aonde tanto deseja. Mas se a oportunidade vier, você vai estar pronto pra ela!

Anúncios
Anúncios

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: